Seja bem vindo!

Artigo/Opiniões

Artigos e Opiniões

O embate entre o conhecimento e a ignorância

O embate entre o conhecimento e a ignorância

Artigo/Opiniões
O matemático e filósofo britânico Bertrand Russell, um dos mais influentes pensadores do século 20, dizia que o maior problema do mundo moderno é que as pessoas preparadas e capazes estão sempre cheias de dúvidas, enquanto as desinformadas e incapazes estão sempre cheias de certezas. Incômodo semelhante sentia o escritor Umberto Eco, que não escondia irritação com o uso cada vez mais descuidado de um dos grandes avanços da humanidade, a internet. Com fino humor, ele dizia que, antes das redes sociais, os 'tolos da aldeia'' tinham direito à palavra 'em um bar e depois de uma taça de vinho, sem prejudicar a coletividade'. E concluía que 'o drama da internet é que ela pode transformar qualquer tolo da aldeia em portador de uma suposta verdade planetária'; O fenômeno que tanto incomodava a
O intento de recolonizar o Brasil e a América Latina. Por Leonardo Boff

O intento de recolonizar o Brasil e a América Latina. Por Leonardo Boff

Artigo/Opiniões
A colonização, especilmente, a escravidão, não constituem apenas etapas passadas da história. Suas consequências (Wirkunsgeschichte) perduram até os dias de hoje. A prova clara é a dominação e a marginalização das populações que foram colonizadas e escravizadas, baseadas na dialética da superioridade-inferioridade, nas discriminações por causa da cor da pele, no desprezo e até no ódio do pobre, considerado preguiçoso e um zero econômico.Não basta a descolonização política. A recolonização resurge na forma do capitalismo econômico, liderado por capitalistas neoliberais nacionais, articulados com os transnacionais. A lógica que rege as práticas da recolonização é tirar o máximo proveito do extrativismo dos bens e serviços naturais e pela exploração da força de trabalho mal paga e, quando
CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA DECORRENTE DE OBRA PÚBLICA

CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA DECORRENTE DE OBRA PÚBLICA

Artigo/Opiniões
A única referência que a Constituição Federal faz a esta é no inciso III, do art. 145, do qual constam a relação das espécies tributárias que podem ser instituídas pela União, pelos Estados, pelo Distrito Federal e pelos Municípios. As demais regras a respeito vão ser encontradas nos arts. 81 e 72 do Código Tributário Nacional e no Decreto-lei n. 195, de 24 de fevereiro de 1967, dispondo que a contribuição tem como objetivo fazer face ao custo de obras públicas das quais decorra valorização imobiliária, tendo como limite total a despesa realizada e como limite individual o acréscimo de valor que da obra resultar para cada imóvel beneficiado. Embora normalmente só haja referência a obras de pavimentação de ruas como possíveis de serem financiadas pela contribuição de melhoria, há entretant
O PROBLEMA SOCIAL NÃO É SÓ POLÍTICA!

O PROBLEMA SOCIAL NÃO É SÓ POLÍTICA!

Artigo/Opiniões
O Brasil inteiro precisa de homens sérios nas relações de trabalho, no ensino e nas diversas áreas vitais para o engrandecimento de um país.Infelizmente, há uma supersafra de Corrupção e Incompetência, não só na política, mas na vida orgânica da sociedade brasileira - que convive com a molecagem e o jeitinho, como fosse isso uma forma de sabedoria e, não , uma demonstração de imaturidade e desonestidade, como é o caso.Não é à toa que vivemos num país em que há pessoas que não tem menor pudor do ridículo de defender um Corrupto condenado para Presidir o País. Pior: acham que tem estatura para rir das pessoas honestas. São esses cegos com nariz de palhaço que guiam outros cegos.Essa crise é mais profunda e complicada do que a casta política que se alimenta dela.Erick, O Caçad
ENEM de 2017/2018 perde o foco e erra feio

ENEM de 2017/2018 perde o foco e erra feio

Artigo/Opiniões
Por Gilton Sampaio de SouzaO ENEM trouxe um tema técnico, que seria bom para os profissionais da educação e não para concluintes do ensino médio.* Por isso, perde elementos de sua finalidade específica de avaliar a capacidade de escrita e de raciocínio lógico do aluno que pretende entrar numa universidade. O tema da redação é necessário e importante para o Brasil atualmente. Para as políticas públicas da educação básica e superior. Mas foi incoerente e inadequado para uma prova do ENEM. A própria prova do ENEM seria reprovada (caso submetida à avaliação), como redação, por não ter coerência tema e objetivos do exame. O tema envolve a discussão sobre surdez, educação de surdos e formação educacional, que podem ter, como subtemas,(i) inclusão; (ii) formação educacional de min
Silêncio sepulcral. Como Destruir Direitos e Silenciar  Cidadania

Silêncio sepulcral. Como Destruir Direitos e Silenciar Cidadania

Artigo/Opiniões
De 100 anos em 1 ano de governo TEMER e seus apoiadores corruptos.O Brasil desde Império Português, vem muito lentamente ampliando os direitos das gentes.A constituição federal sempre foi o marco das garantias dos direitos sociais, desde 1824 até 1988, nossa última Carta Magna, também chamada de Constituição Cidadã.Tivemos governos democráticos e antidemocráticos, mas a essência da CF sempre foi mantida, ainda que na Ditadura com a escuridão das liberdades, que foi implantada subtração de direitos, olha sofremos tanto.Nunca antes na história da República Brasileira se viu um Governo rasgar direitos sociais, desmoralizar os Poderes Judiciários e Legislativos, humilhando a Suprema Corte, e o povo ignorado, bestializado pelas mídias e pelo poder de comunicação, se mantém calad
Normose: a doença do século

Normose: a doença do século

Artigo/Opiniões
Se você se considera uma pessoa normal, daquelas que acha exagero em tudo que está fora de alguma norma e se preocupa arduamente em ser uma pessoa simpática disponível para agradar a todo mundo o tempo todo, cuidado, você pode sofrer de normose. A doença de ser normal. Segundo alguns psicólogos, a normose é um conjunto de hábitos considerados normais pelo senso-comum, ou consenso social, mas que provoca uma patogenia que leva à infelicidade, doenças e a perda de sentido na vida.Este distúrbio começou a ser desenhado na década de 1980, paralelamente pelo antropólogo brasileiro Roberto Crema e pelo psicólogo francês Jean-Ives Leloup. Mas foi Pierre Weil, outro psicólogo francês, que descobriu a coincidência na pesquisa dos dois e os uniu para desenvolver esta teoria. Segundo Crema, este
TRANSFERÊNCIA DO ICMS AOS MUNICÍPIOS

TRANSFERÊNCIA DO ICMS AOS MUNICÍPIOS

Artigo/Opiniões
Comete equívoco quem pensa ou afirma que a transferência de recursos da parcela de 25 por cento do ICMS - Imposto Sobre Operações de Circulação de Mercadorias e Sobre a Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação pertencente aos Municípios é feita diretamente a cada Município, calculada naquele mesmo percentual em relação aquele imposto incidente sobre o valor das mercadorias produzidas ou comercializadas ali. Eis que é diferente da transferência da parcela de 50 por cento do IPVA - Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores, pertencente aos Municípios. Pois, enquanto a distribuição do IPVA é direta para o respectivo Município onde são emplacados os veículos e correspondente a 50 por cento dos valores arrecadados, quanto ao ICMS não é assim
POR QUE AS FINANÇAS PÚBLICAS ESTÃO QUEBRADAS?

POR QUE AS FINANÇAS PÚBLICAS ESTÃO QUEBRADAS?

Artigo/Opiniões
Nós, brasileiros, pagamos uma das maiores cargas de impostos do Mundo. No entanto, os serviços públicos que o Estado nos oferece são dos piores no Mundo. Como se explica que damos ao Governo dinheiro para viver num País de nível europeu, mas vivemos num lugar que lembra países devastados por guerras e catástrofes naturais? A resposta reside no que a gestão política faz com nosso dinheiro - e aí entramos no assunto da qualidade de nossa classe política. Como mostra o sistema de gestão pública desnudado pela Operação Lava-jato e o acompanhamento das "manobras" políticas que buscam reformas ( prejudicando a população e fazendo a defesa de corruptos), o que quebra o Brasil é: 1- Corrupção generalizada, em todos os níveis, com pouca punição; 2- Dívidas de Grandes Empresas com o Estado, que n
SEM SALÁRIO EM DIA, QUEM TRABALHA SATISFEITO?

SEM SALÁRIO EM DIA, QUEM TRABALHA SATISFEITO?

Artigo/Opiniões
Há mais de um ano com os salários atrasados e parcelados, algumas categorias do serviço público do RN não tem a quem recorrer, pois o Judiciário, que recebe bem e em dia, entende que não cabe qualquer sanção ao Estado ou a seus gestores por tal motivo. O servidor é punido duas vezes: primeiro, pelo salário que não vem na data correta; depois, pelos juros nas faturas de suas contas. A quem se pode recorrer, em tal situação? Na realidade da economia, o atraso em pagamentos tem uma punição consequente na forma do acréscimo de juros. Mas isso não vale para o Estado, que diz: " não tenho dinheiro para pagar" - e gasta milhões com publicidade, flores, mordomias para a cúpula, etc,etc,etc, sem quaisquer questionamentos. Já o Servidor Público não pode tratar seus credores da mesma forma... E cert