Seja bem vindo!

Descontrolado o deputado Raimundo Fernandes deu o dedo a diretora do SINDSAUDE

Demonstrando uma grande falta de respeito ao povo e a instituição Assembleia Legislativa, o deputado Raimundo Fernandes (PSDB) é protagonista de uma cena ridícula, vergonhosa e que demonstra a fragilidade de caráter de um dos mais antigo representante da assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

O deputado totalmente descontrolado, enfrentou os sindicalistas que ocupavam o plenário da Assembleia ontem na votação da LDO 2018 e apontou apontou o dedo para direção do SINDSAUDE que coordenava a manifestação contra aprovação do congelamento dos salários dos servidores estaduais.

Foi feio, foi embaraçoso, vergonhoso e ridículo!

Não podemos admitir que um deputado, representante do povo, na casa do povo, tenha atitudes como essas. Esperamos que o deputado tenha humildade e reconheça seu exagero, pois a cena está sendo ridicularizada pela sociedade potiguar.

Raimundo Fernandes (PSDB) protagonizou uma das cenas mais ridículas já vista no plenário da Assembléia Legislativa.

6 Comments

  • Francisco de Assis Batista

    Foi simplesmeste apresentada a qualidade do representante do povo. Sr deputado tenha mais consideração e respeito pelo sofrido povo que espera do Sr melhor atitude e compreensão. O Sr não foi eleito para isso. Como evangélico que sou entendo que o Sr esbolsou um momento em que a velha natureza adâmica dominou o seu ego. Sr drputado, peça desculpas a sociedade e aqueles que diretamente o Sr machucou.

  • Jaziel Nascimento

    Um VAGABUNDO, legalmente ELEITO por eleitores que são sua proli, FEZES. Não há bem como mostrar esse VAGABUNDO aos seus eleitores, que comem de sua BOSTA apenas uma única vez a cada quatro anos, O POVO POTIGUAR não MERECE esse JEGUE, os seus eleitores SIM.

  • geralda Aquin

    Na realidade se ele não tem projetos para melhoria da população! O que o mesmo deve fazer? I que fez! Estirar o dedinho de mãos e unha suja!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *